Gestão de Programa – 2

Determinadas pessoas que atuam operacionalmente nas organizações por vezes não estão focadas nos investimentos das organizações. Quando um programa de investimentos é autorizado, gestores são nomeados um uma equipe de técnicos entram em ação para efetuarem suas especificações. Ocorre o de sempre. Falhas de comunicação entre equipe técnica e direção fazem com que as especificações não sejam adequadas as necessidades estratégicas e vice-versa. Assim, quando o Gestor de Programas está prestes a efetuar os investimentos estratégicos, os setores operacionais correm para corrigir suas falhas de definições e querem corrigir as premissas de projetos depois de o fato consumado. O que isto acarreta? stress, aumento de custos e prazos nos projetos de investimento, riscos e porque não, falhas de qualidade nas especificações. O ideal é que, o Plano de Programa seja divulgado em todos os niveis e esgotados os entendimentos sobre as premissas e detalhes técnicos para atendimento ao estratégico e só assim, devem-se começar os contratos de desenvolvimento. Cabe aos gestores de projetos focarem no desenvolvimento do escopo dos projetos para atenderem a todas as expectativas dos stakeholders conforme as premissas definidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s